Aviso aos navegantes:

"Aqui a casa é ventilada, o coração é quente e as vontades têm a temperatura exata para os sonhos."
Fique à vontade, leve um pouco de mim, deixe um pouco de você. Comente!

Não estamos sozinhos! 16/7/2013 (N&N **)

 
"Tudo o que você precisa fazer, quando as coisas se tornarem duras demais,
é simplesmente juntar as palmas das mãos,
estender seus dedos, levantar os olhos e dizer:
"Preciso de ajuda".
Fiz isso pelo menos uma centena de vezes em minha vida.
O resultado? Você ficará surpreso quando descobrir
o quanto a ajuda está próxima.
 Basta que peça por ela".

(Og Mandino)






 

Um comentário:

  1. Li este texto e dei comigo a pensar....que bom deve ser, dois seres sentirem tal cumplicidade... sem ela, de nada vale caminhar.A`primeira pedra que se encontre, o sentirmo-nos sozinhos, limitados e entregues á nossa própria sorte e capacidade, o não ter a quem pedir ajuda, é demasiado cruel.Derruba muito do sentido da vida, do amor e quase tudo.
    Abençoado um amor assim, como o seu.Oxala possa sempre juntar as palmas das mãos,
    "estender seus dedos, levantar os olhos e dizer:
    "Preciso de ajuda".
    E de frente, alguém a ouvir e alguém a ajudar.
    Não sobrevive um amor, sem a cumplicidade da natureza que este texto a retrata.

    ResponderExcluir