Aviso aos navegantes:

"Aqui a casa é ventilada, o coração é quente e as vontades têm a temperatura exata para os sonhos."
Fique à vontade, leve um pouco de mim, deixe um pouco de você. Comente!

Escolhemos ser felizes... e a alegria é nosso mantra! 16/7/2013 (N&N**)


Nossa vida não é triste.
Mesmo quando não temos uma alegria, temos uma esperança.
A esperança é a alegria nascendo.
Nunca fui vítima do passado, órfão da memória, coitadinho da infância.
 
Não me diferenciei pela dor, nem me destaquei pela tristeza.
Detesto reclamar. Reclamar só chama rancor.
O que eu passei, passei, superei de algum jeito, os traumas não me mataram.
As brigas não me levaram ao ódio e ao ressentimento. Não fiquei sequelado.
Aquilo que parecia um sofrimento eterno também esqueci.
Não irei me vangloriar das feridas. Gosto mais das minhas sardas do que das minhas cicatrizes.
Sofri o que aguentei. Aguentar é deixar de sofrer.

Sobrevivi ao roubo. Sobrevivi ao medo. Sobrevivi aos reveses.
 
Sempre teremos uma esperança maior do que a tristeza.
 
A esperança já é uma alegria.


  (Fabrício Carpinejar em "Quando minhas palavras voaram")

 
 


Um comentário:

  1. acreditamos que no final tudo vai dar certo, quando começamos.quando não vemos o ínicio, nao somos capazes de vislumbrar o fim...a esperança esbate-se e a tristeza entra.

    ResponderExcluir