Aviso aos navegantes:

"Aqui a casa é ventilada, o coração é quente e as vontades têm a temperatura exata para os sonhos."
Fique à vontade, leve um pouco de mim, deixe um pouco de você. Comente!

Alma penetrada... de ideais de paz! (N)

"Quando a alma, ao termo de mil hesitações e desenganos, cravou as raízes para sempre num ideal de amor e de verdade, podem calcá-la e torturá-la, podem-na ferir e ensanguentar, que quanto mais a calcam, mais ela penetra no seio ardente que deseja."Autor - Guerra Junqueiro , Abílio

Um comentário:

  1. Cravar raízes, permitir que a seiva perdure, e nos momentos em que nos falta a respiração, inspirar e expirar numa atitude pacífica de oxigenada espera. Se um momento acontece em que a seiva parece esvair-se de nós, respirar de novo, encher a alma e prosseguir sem amarguras pela espera da flor. Mas se aroma do fruto não chegar, prossiga-se com frustração, mas sem batalhas na resignação.
    Eis uma alma penetrada no seio ardente que deseja, sem hesitações nem feridas ensanguentadas.
    O limite da dor,e até do desenho dela, torna-se desconhecido e indicifravel aos olhos daquela alma.

    ResponderExcluir